Medidas do governo bolsonaro em combate ao coronavírus

Além da saúde e do risco de vida eminente que o coronavírus evidenciou, temos também um grande problema econômico no Brasil. Assim como o resto do mundo, o Governo Bolsonaro começou a implantar medidas de combate aos efeitos do coronavírus na sociedade.

Apesar de já ter deixado claro que é contra o isolamento social, Bolsonaro tem anunciado medidas para reverter os efeitos negativos da pandemia do coronavírus. Separamos algumas delas para você se informar e entender seus funcionamento. Veja abaixo:

Saque FGTS emergencial

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço funciona como uma conta inacessível na qual são depositadas contribuições a partir da sua remuneração mensal. Esse valor só pode ser acessado quando o funcionário é demitido sem justa causa ou através de liberações do Governo como é o caso do saque FGTS de aniversário. E é justamente através da liberação do Governo, que os brasileiros poderão ter acesso ao saque emergencial FGTS.

O valor poderá ser sacado entre os dias 15 de junho e 31 de dezembro. E vale mencionar que o saque FGTS de 1.045 vale tanto para contas ativas como as contas inativas dos trabalhadores brasileiros.

13° salário antecipado

O 13° salário representa uma bonificação de natal, oferecida aos trabalhadores que atuam através da carteira de trabalho assinada.. O cálculo é realizado a partir da soma de todos os seus salários do ano divididos pela quantidade de meses trabalhados. Geralmente, esse valor é pago em duas parcelas que acontecem nos meses de novembro e dezembro, entretanto, o Governo proporcionou a antecipação desse benefício.

Mas é interessante ressaltar que apenas aposentados e pensionistas do INSS terão direito ao saque, já que os demais trabalhadores dependem de seus empregadores para receber a bonificação.

Auxílio Emergencial

Um dos recursos mais comentados durante a pandemia do coronavírus é o auxílio emergencial. Esta medida foi colocada em prática para beneficiar os milhões de trabalhadores que ficaram impossibilitados de exercer suas funções e serviços por conta do isolamento social e do fechamento de estabelecimentos considerados não-essenciais.

Através desse recurso, os brasileiros que não estão trabalhando e não possuem carteira assinada podem ter acesso a uma bolsa de R$600 ou R$1.200 durante três meses.

Bolsa Família Emergencial

O Bolsa Família é um programa de transferência de renda destinado às famílias brasileiras que se encontram em situação de pobreza ou de pobreza extrema. Como durante a pandemia do coronavírus, o Bolsa Família se tornou a única fonte de renda de muitos cidadãos, o Governo criou o benefício emergencial.

Esse recurso é oferecido automaticamente para as famílias que são estão cadastradas no Bolsa Família, acrescentando um valor de R$600 ao auxílio, ou R$1.200 no caso de mulheres chefes de família.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *